Correio do LeitorSeixal

Deposição de lixo no Pinhal Conde da Cunha no Seixal

Caros senhores

Venho expor uma situação que é recorrente e da qual o Diário do Distrito já noticiou anteriormente.

Trata-se da constante deposição de lixo, sobretudo recheio de casas, móveis e electrodomésticos no acesso ao antigo areeiro no Pinhal Conde da Cunha, do qual sou um dos proprietários, e como podem ver nas imagens que anexo.

Quando o vosso jornal esteve lá, em Junho de 2020, a dar conta da deposição de lixo que bloqueou até o acesso à propriedade privada, a Câmara Municipal do Seixal procedeu à limpeza, mas as deposições de lixo continuam de forma vergonhosa, e ao longo de toda a estrada que vai até à entrada do areeiro.

Só ainda não foram lá para dentro deitar lixo porque está uma corrente a impedir a passagem.

No meu entender, tratando-se de um caminho municipal, a Câmara Municipal do Seixal tem de fazer algo mais, vedando o caminho ou promovendo maior vigilância.

Da minha parte, tive de solicitar a uma pessoa para ‘empurrar’ parte do lixo com a ajuda de um tractor, de forma a que não se espalhasse ainda mais pela estrada.

Qualquer foco de incêndio que ali apareça, será um perigo, porque há um pinhal ao lado.

Além de mais este alerta, não sei que mais fazer, porque o lixo continua a ser ali depositado indiscriminadamente e sem que os que fazem isso sejam punidos.

Desde já o meu agradecimento por permitirem este desabafo.

Dinis Pinto

 

Em Junho de 2020, o Diário do Distrito esteve no local indicado pelo leitor, com quem falou na altura sobre a deposição de lixos. Dias depois, a Câmara Municipal do Seixal realizou uma operação de limpeza, e enviou ao nosso jornal dados sobre essas ações, assim como indicação sobre a propriedade do referido local.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.