AtualidadeNacional

Defesa de Ricardo Salgado alega Alzheimer e pede suspensão de processo para evitar stress

- publicidade -

Um atestado médico a comprovar o diagnóstico de doença de Alzheimer é a fundamentação para a defesa do antigo banqueiro Ricardo Salgado pedir a suspensão do processo no qual o ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES) é arguido.

De acordo com os documentos a que a Lusa teve acesso esta segunda-feira, o requerimento, que deu entrada no tribunal em 14 de outubro, confirma os «sintomas de declínio cognitivo progressivo», que já tinham sido expostos num anterior requerimento submetido em julho e é agora atualizado com exames complementares realizados nos últimos meses e um relatório médico assinado na última terça-feira pelo médico neurologista Joaquim Ferreira.

«Após toda a investigação realizada, podemos agora concluir pelo diagnóstico de doença de Alzheimer. Este diagnóstico resulta da combinação da documentação de um declínio cognitivo progressivo e clinicamente relevante em múltiplos domínios cognitivos compatível com o diagnóstico de demência», pode ler-se no requerimento apresentado pelos advogados Francisco Proença de Carvalho e Adriano Squilacce.

O especialista clínico que tem seguido o antigo presidente do Grupo Espírito Santo sustenta ainda que «Ricardo Salgado tem apresentado um agravamento progressivo das limitações cognitivas e motoras descritas desde julho de 2021 e que o quadro clínico de defeito cognitivo que apresenta atualmente, nomeadamente o defeito de memória, limita a sua capacidade para prestar declarações em pleno uso das suas faculdades cognitivas».

Os representantes do antigo banqueiro defendem ainda que um contexto de stress ou ansiedade podem conduzir a um agravamento do estado de saúde do arguido, de 77 anos, e lembram que, para efeitos penais, esta patologia constitui uma anomalia psíquica, reforçando que a capacidade de defesa de Ricardo Salgado «está limitada, o que lhe impede de exercer este direito de forma plena em tribunal».


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo