Parceiros
Sociedade

Cuidado a planear férias: companhia aérea pode entrar em greve

Sindicatos pedem reunião urgente para resolver questões levantadas.

- publicidade -

A easyJet pode complicar o verão de muitas pessoas que tencionam viajar para outros países. A companhia aérea britânica, de acordo o Dinheiro Vivo, pode sofrer este verão com uma greve europeia de tripulantes, tendo recebido uma carta assinada pelos 15 sindicados da rede pedindo uma reunião urgente até junho.

A mesma fonte salienta que, caso não haja acordo, vão haver greves nos vários países, onde está incluído Portugal.

Em causa estão os, entre muitos motivos, os seguintes: falta de tripulantes, alterações de escalas, erros nos pagamentos, pressão da easyJet devido a baixas por doença, fadiga e a falta de um sistema de antiguidade.

“Infelizmente, estamos numa situação em que os membros da companhia perderam a fé na empresa. Os tripulantes que trabalham na easyJet há vários anos estão à procura de outros empregos. Pela primeira vez na história, deparamo-nos com níveis altos de desgaste dos tripulantes de cabine”, apontam os sindicatos do documento.

“É imperativo que as mudanças sejam feitas com urgência para o sucesso da empresa não só durante o verão, que antevemos como desafiador, mas também para a recuperação futura do negócio”, rematam.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário