Parceiros
Atualidade

Crise humanitária: Cardeais enviados pelo Papa à Ucrânia denunciam tráfico de pessoas

- publicidade -

O cardeal Michael Czerny, um dos enviados pelo Papa à Ucrânia, alertou para o tráfico de pessoas, no contexto da fuga de milhões de pessoas do país.


“O tráfico de pessoas é uma tragédia dentro de uma tragédia, que se alimenta de crises humanitárias”, disse Czerny nesta quinta-feira.


O colaborador do Papa foi enviado juntamente com o esmoleiro pontifício, o cardeal Konrad Krajewski, para auxiliar as vítimas da guerra.


“É um genocídio”, disse o bispo Péter Miklós Lucsok, administrador apostólico da Diocese de Mukachevo.
Também o padre Pavlo, sacerdote católico na Ucrânia, citado pela agência Ecclesia, fala em “inferno” que se vive na cidade cercada por tropas russas.


“É o inferno. Por favor, digam ao mundo: é uma tragédia. São só tiros aleatórios. A cidade inteira é como um grande campo de batalha. As bombas caem por todo o lado. Em todo o lado ouvem-se disparos. Mariupol é uma cidade rodeada pelo exército russo. As pessoas estão sentadas nas suas caves”, refere o religioso, em declarações divulgadas pela Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS).


“Andar na rua em Mariupol equivale a suicídio. Dissemos aos fiéis que deviam ficar em casa e que não celebraríamos Missa, porque era demasiado perigoso”, acrescentou o religioso.

D. Krajevski, enviado do Papa, rezou uma Missa em Lviv
Foto:  Twitter | Elisabetta Piqué
@bettapique

Esta manhã, em Lviv, na zona ocidental da Ucrânia, o outro cardeal enviado pelo Papa, o polaco Konrad Krajevski, rezou uma Missa na Catedral da cidade, na qual elogiou o povo ucraniano. “Queremos passamos para o povo ucraniano este poder e força, que podemos mover montanhas pela fé. Eu acredito nisso”.


O padre Pavlo pediu orações por todos os que sofrem com esta guerra, particularmente os que estão cercados pelo exército russo em Mariupol.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário