Atualidade

CP. Comboios em risco de parar em setembro por falta de limpeza

- publicidade -

A empresa que tem a concessão de limpezas da maioria dos comboios da CP e das estações da Infraestruturas de Portugal (IP) não paga os salários dos 1800 trabalhadores, esta situação levou a que entrassem em greve entre 1 e 6 de setembro para reivindicarem os seus direitos, avança o Público.

As empresas contratadas, Ambiente & Jardim SA e Ambiente & Jardim II SA, têm os seus bens arrestados à ordem do tribunal por dívidas que ascendem 25 milhões de euros ao Estado.

A CP para evitar a paragem pediu ao tribunal a autorização de uma uma transferência de 275 mil euros para as duas empresas pagarem os salários aos trabalhadores, o que foi autorizado pelo juiz Ivo Rosa, mas o Ministério Público recorreu da decisão.

A CP, sem alternativa, pode mesmo rescindir contrato com as empresas de forma imediata, mas para isso tem de ser aberto um novo concurso público urgente, o que depende da autorização do Ministério das Finanças, que ainda não chegou.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo