coronavírusDestaqueDistrito Setúbal

Covid19: Lista da FENPROF com 500 escolas e 27 delas no distrito de Setúbal

publicidade

A FENPROF – Federação Nacional dos Professores publica de forma regular a listagem das escolas que registaram, oficialmente, casos de covid-19.

Segundo a Federação, foi solicitado ao Ministério  da  Educação uma  lista  atualizada de  escolas  onde  se registaram casos de Covid-19, bem como informação sobre os procedimentos adotados, mas não obteve resposta, apesar de o ministério estar obrigado, por lei, a disponibilizar essa informação.

«Face à falta de resposta do  ME  e  ao  reduzido  número  de  casos  assinalado  pela  DGS,  a FENPROF decidiu divulgar a lista que tinha em sua posse, a qual será atualizada sempre que sejam reportados e confirmados novos casos.»

Desta lista constam escolas públicas e privadas, em que se registaram casos de Covid-19, independentemente de se encontrarem ou não ativos, explica a FENPROF.

A lista de hoje foi actualizada esta sexta-feira, 30 de Outubro, às 18h00 e apresenta um total 500 escolas, 20 delas no distrito de Setúbal.

Alcochete: AE de Alcochete.

Almada: ES Anselmo de Andrade (AE Anselmo de Andrade); EB 2,3 António da Costa (AE Emídio Navarro); ES Cacilhas Tejo; EB1 Vale Flores (AE Romeu Correia); ES António Gedeão (AE António Gedeão); AE Carlos Gargaté e Colégio Campo de Flores.

Barreiro: AE de Santo António.

Palmela: ES de Palmela, EB 2,3 José Maria dos Santos (AE José Maria dos Santos); EB1 Alberto Valente (AE José Maria dos Santos); ES Pinhal Novo; EB Hemernegildo Capelo (AE Palmela).

Santiago do Cacém: AE Santo André.

Seixal: ES José Afonso; EB dos Redondos (AE de Pinhal de Frades).

Sesimbra: EB 2.3 Navegador Rodrigues Soromenho (AE Navegador Rodrigues Soromenho); ES de Sampaio (AE Sampaio); EB Quinta do Conde (AE da Boa Água).

Setúbal: EB 1 Brejoeira (AE Azeitão); EB n.º 3 de Setúbal (AE Barbosa du Bocage); Escola Sebastião da Gama (AE Sebastião da Gama); ES D. João II; ES du Bocage; EB 2.3 de Azeitão; EB 2.3 de Aranguez (AE Sebastião da Gama).

Ao longo das últimas semanas têm chegado ao Diário do Distrito comunicações de pais e encarregados de educação que dão conta de notícias de casos de covid19 nas escolas dos seus educandos, e temos tentado contactar os agrupamentos destas, mas até agora não nos foi enviada resposta.

Os contactos foram efectuados com escolas que têm constado na listagem da FENPROF, mas também com o: Agrupamento de Escolas da Boa Água (Sesimbra); Agrupamento de Escolas Manuel Cargaleiro (Seixal); Agrupamento de Escolas Anselmo Andrade (Almada).

Foi ainda contactado o Agrupamento de Escolas Terras de Larus, Corroios, que respondeu ao Diário do Distrito que «no âmbito do Plano de Contingência COVID-19, e de acordo com orientações superiores, as Escolas estão vinculadas ao dever de comunicar ao Ministério da Educação e ao Ministério da Saúde as situações suspeitas ou confirmadas, sendo que é em função da decisão da Autoridade de Saúde local que as turmas, ou alunos individualmente, entrarão, ou não, em confinamento.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui