Parceiros
Covid-19DestaqueDistritoSetúbal

Covid19 | Dez concelhos do distrito de Setúbal em ‘risco muito elevado’ de infeção

No relatório diário da DGS, que divulga semanalmente os dados por concelho relativos à situação de risco de infeção por covid19, Portugal tem hoje 151 concelhos em risco ‘muito elevado’ e ‘extremo’ de infeção pelo vírus, mais 18 do que na semana passada.

Na incidência cumulativa a 14 dias, entre 9 e 22 de Dezembro, a lista de concelhos com mais de 960 casos de infeção por 100 mil habitantes (risco extremo) nos últimos 14 dias inclui: Fundão, Golegã, Guarda, Lisboa, Loulé, Machico, Monção, Nisa, Oeiras, Ourém, Funchal, Ponte da Barca, Porto, Porto Santo, São Brás de Alportel, São João da Madeira, Sertã, Soure, Sousel, Tomar e Vila Nova e Paiva.


Os concelhos em risco ‘muito elevado’ aumentaram esta semana para mais 18, encontram-se agora 130 concelhos, com uma incidência entre 480 e 959,9 casos por 100 mil habitantes.

Além dos 151 municípios acima do risco muito elevado, há atualmente 83 concelhos com uma taxa de incidência cumulativa a 14 dias entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes, ou seja, no nível de risco elevado.

Com uma incidência entre 120 e 239,9 casos por 100.000 habitantes estão atualmente 32 concelhos.

Os únicos concelhos portugueses com incidência inferior a 20 casos por 100.000 habitantes são agora Freixo de Espada à Cinta e Corvo, que não contabilizaram quaisquer novos casos nos últimos 14 dias.

No distrito de Setúbal, em risco ‘muito elevado’, com uma incidência entre 480-959,9 casos, estão Alcácer do Sal (658 casos por cada 100.000 habitantes), Alcochete (572), Almada (854), Barreiro (662), Moita (687), Montijo (542), Palmela (510), Seixal (762), Sesimbra (579) e Setúbal (560).

Os concelhos de Santiago do Cacém (318) e Sines (321) apresentam uma incidência de 240-479,9 casos por 100.000 habitantes, e em risco mais baixo está Grândola (75), com uma incidência de 60-119,9.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.