AtualidadeCovid-19Destaque

Covid19 | Ajuntamentos proibidos na Passagem de Ano e testagem obrigatória alargada

O primeiro-ministro está neste momento a apresentar ao país os resultados do Conselho de Ministros que teve lugar esta manhã, e que se centrou na subida dos números de casos confirmados de covid19.

“A vacinação é a ferramenta mais efectiva para garantir a menor severidade da infeção”, destacou António Costa, na apresentação de dados sobre a vacinação, os números da pandemia e da testagem, além das medidas adoptadas recentemente.


A nova variante “Ómnicron regista muitas dúvidas e as previsões apontam para que até ao final do ano esta possa seja a variante dominante, abrangendo mais de 90 por cento dos infectados. E há um dado seguro: esta variante é muito mais transmissível que a variante Delta, mas parece que a severidade da doença não sofre agravamento” frisou o governante, apresentando também os dados sobre “a taxa de incidência que tem vindo a crescer o que é uma má noticia, mas devido à vacinação, o Rt tem vindo a diminuir”.  

“Como é melhor prevenir que remediar, depois de termos reunido o Conselho de Ministros decidiu tomar um conjunto de novas medidas, como alargar para 6 testes gratuitos por mês por pessoa.

E vamos antecipar as medidas previstas para a semana de contenção, que passam a duas, para se iniciar às 00h00 de dia 25 de Dezembro.

Assim, passa a ser obrigatório o teletrabalho; serão encerradas creches e ATL, com o respectivo apoio às famílias; as discotecas e bares também encerram, garantindo o Governo o apoio ao layoff e acesso a programas de apoio para os custos fixos destes estabelecimentos.

Passa a ser obrigatória a apresentação de teste negativo para acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local; para eventos empresariais e familiares como casamentos e baptizados; para todos os espectáculos culturais; e ainda para o acesso a todos os os recintos desportivos, salvo indicação em contrário da DGS.

Nos dias 24 e 25 de Dezembro e nos dias 30, 31 de Dezembro e 1 de Janeiro, passa a ser obrigatório a apresentação de teste negativo na entrada em restaurantes.

Será também obrigatória a redução da lotação dos espaços comerciais de 1 pessoa por 5m2, “para evitar ajuntamentos que ocorrem na semana seguinte ao Natal”.

Na Passagem de Ano, será obrigatório o teste negativo para entrada em festas em casinos e outros estabelecimentos, e ainda são proibidos os ajuntamentos de mais de dez pessoas na rua e o consumo de bebidas alcoólicas na via pública.

Para o Natal, António Costa pediu ainda que “para nos juntarmos com os nossos familiares, todos façam pelo menos um autoteste”, e deixou uma palavra a todos os afectados pelas medidas, “das quais temos consciência do impacto que terão, mas se não adaptarmos hoje estas medidas, as consequências para todos serão muito maiores depois das Festas”.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.