Atualidade

Covid-19: Profissionais de saúde obrigados a devolver prémios de desempenho

- publicidade -

Os profissionais de saúde do Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP), que contempla o Hospital de Santo António e o Centro Materno Infantil, foram obrigados a devolver o prémio que receberam por estarem na linha da frente no combate à pandemia, durante o primeiro confinamento.

O conselho de administração do Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP), contactado pelo jornal ‘Público’, reconheceu a situação, mas não indicou os números de profissionais que tiveram de devolver os prémios: “O CHUP tem cerca de 5.000 colaboradores e teve múltiplas áreas dedicadas a doentes infectados pelo SARS-CoV-2 ou ao processamento de testes”.

tarot terapêutico

“Foi-nos dado um período de tempo curto para reportar superiormente a lista de colaboradores elegíveis. A tarefa foi complexa, implicando níveis sucessivos de validação, nomeadamente das chefias diretas e das hierarquias intermédias”, respondeu ao jornal.

No CHUP 950 profissionais tiveram direito ao prémio, mas aos que ficaram de fora “foi dada oportunidade aos não contemplados pelo prémio de pedirem a reavaliação da situação”.

À lista inicial foram acrescentados 410 trabalhadores, tendo também sido detetadas “situações que as chefias intermédias tinham considerado, mas que o conselho de administração não validou por não cumprirem inequivocamente todos os critérios”. Assim, para o CHUP “seria injusto ter decisões desiguais para os trabalhadores que cumpriram alguns critérios, mas apenas de forma parcial e insuficiente”.

Os profissionais de saúde citados, receberam 50% do salário base no mês passado, e agora podem apenas receber metade da remuneração mensal no próximo mês.

Artigos Relacionados

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui