Justiça

Polícia Judiciária vai investigar casos de vacinação indevida

- publicidade -

A Polícia Judiciária (PJ) vai investigar as dezenas de casos que têm sido conhecidos, de Norte a Sul, de vacinações indevidas contra a Covid-19. 

“A procuradora-geral da República, após articulação com o diretor nacional da Polícia Judiciária, recomendou a ponderação de delegação de competências para investigação dos inquéritos com o referido objeto, concentradamente na Polícia Judiciária, por forma a potenciar um tratamento uniformizado e maior agilização na articulação com as inspeções setoriais”

tarot terapêutico

Há casos para já conhecido em autarquias, delegações de segurança social, unidades hospitalares, no INEM ou em misericórdias – e, em causa, podem estar crimes como abuso de poder, recebimento indevido de vantagem ou até corrupção.

Também instaurou inquéritos a factos noticiados ocorridos em Portimão (Centro de Apoio de Idosos), Vila Nova de Famalicão, Arcos de Valdevez, Bragança, Seixal e Montijo.

Este trabalho de pesquisa prossegue ainda relativamente a outras situações que também têm vindo a público”, refere o Ministério Público numa resposta enviada anteriormente à Lusa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui