Santiago do Cacém

Covid-19: Já são 50 infetados em surto num lar de Santiago do Cacém

- publicidade -

O número de pessoas infetadas com covid-19 no surto detetado num lar da Casa do Povo de Alvalade, no concelho de Santiago do Cacémaumentou para 50 após novo rastreio na instituição, foi hoje revelado.

Fonte da autoridade local de saúde avançou à agência Lusa que foram detetados “mais oito utentes e mais quatro funcionários positivos” no rastreio realizado na segunda-feira na Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI) de Alvalade, que passou de 38 (incluindo o óbito de um utente) para 50 pessoas infetadas com o vírus que provoca a covid-19.

No total, na ERPI, gerida pela Casa do Povo de Alvalade, que tem 52 utentes, foram infetadas 50 pessoas, dos quais 36 utentes – incluindo o idoso que faleceu – e 14 funcionários.

De acordo com a mesma fonte, devido a este surto, “três utentes estão internados” no Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém.

“A maioria dos idosos” com resultado positivo para o coronavírus SARS-CoV-2, que se encontram na instituição, “têm sintomas leves” e “estão em isolamento”, indicou.

O primeiro caso, de um funcionário infetado, foi detetado em dezembro e, entretanto, já está recuperado.

Num comunicado conjunto, a Câmara de Santiago do Cacém, a Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) e a Casa do Povo de Alvalade referem que a autoridade local de saúde está a acompanhar “a evolução epidemiológica e o estado de saúde de todos os infetados”.

A ULSLA disponibilizou “um médico da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de Santiago do Cacém que acompanhará ‘in loco’ a situação clínica e a evolução de sintomatologia nos utentes e profissionais”, é acrescentado na nota.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui