coronavírus

Covid-19: “Estamos perante um furacão”, diz Bastonário da Ordem dos Médicos

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, esteve na conferência online "Saúde Interrompida: o impacto da pandemia nos doentes não covid-19".

publicidade

Estamos perante um furacão, de maior ou menor intensidade, e como é que nós podemos lutar contra este furacão apenas com o Serviço Nacional de Saúde? É extraordinariamente difícil“,

A declaração foi proferida por Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, na conferência online “Saúde Interrompida: o impacto da pandemia nos doentes não covid-19”.

Considera ainda que o SN é “um belíssimo serviço público, sobretudo quando comparado com outros países europeus, tem limitações.

Já tinha limitações antes da pandemia, agora acentuaram-se. Por exemplo: eu tenho um cobertor que não consegue tapar-me completamente, se eu puxo o cobertor para os pés, destapo a cabeça, se puxar para a cabeça, destapo os pés”.

De acordo com Miguel Guimarães, isto “foi o que aconteceu na primeira fase da pandemia, ou seja, para tentarmos tapar a cabeça e responder à pandemia, responder à covid-19, destapamos os doentes não covid“.

Sublinhou ainda que no inverno que aí vem, “não podemos darmo-nos ao luxo de destapar, outra vez, a doença não covid, a autoridade nacional tem de ter consciência disso”.

“Basta pensar nos vários estudos que têm sido feitos” sobre a mortalidade e “o prejuízo” do planeamento e da organização que tem sido feita no combate à pandemia e que “está a ter efeitos completamente devastadores” nos doentes não covid.

Isto porque a gripe sazonal também “vai ter o seu impacto”, e Miguel Guimarães considera que “vamos precisar do apoio do setor social e do setor privado, não há alternativa”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui