AlmadaEconomia

COVID-19: “Concessionários da Costa da Caparica não vão aguentar”

A falta de eventos e as proibições de ajuntamentos estão a causar quebras nunca vistas na Costa da Caparica, em Almada.

publicidade

A falta de eventos e as proibições de ajuntamentos estão a causar quebras nunca vistas na Costa da Caparica, em Almada.

“Estamos contingentados com o horário de fecho à 01h00, mas não podemos fazer festas, não pode haver barulho, não pode haver música e não podemos vender álcool, por isso, a festa não acontece”, disse à Lusa Acácio Bernardo, presidente da Associação de Apoios de Praia da Frente Urbana da Costa da Caparica.

“Este ano é um ano perdido e provavelmente alguns concessionários não vão ter capacidade de aguentar. Com certeza há concessionários que vão ter que fechar”, sublinhou.

O proprietário do restaurante-bar Waikiki, João Carreira, considera o ano 2020 “atípico”, pois os “concessionários estão com quebras gigantes porque não podem fazer eventos ou festas”. O dono do estabelecimento acrescenta ainda que “felizmente, a Costa de Caparica tem tido algumas cargas e as pessoas têm vindo, mas tudo o que são eventos não podemos fazer porque não é permitido e nós cumprimos a lei”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui