Opinião

Costa e Nero, dois grandes incendiários

Uma crónica de Bruno Fialho

- publicidade -

Se há algo com que sabemos que podemos contar, ano após ano, é a existência de uma desresponsabilização política sobre os incêndios que deflagram em Portugal.

Para além dos incendiários que são dados como doentes mentais ou aqueles que recebem dinheiro para perpetuar crimes por conta daqueles que ganham milhões à conta das áreas ardidas, mais ninguém é responsabilizado, principalmente os políticos que podiam implementar tudo aquilo que é necessário para que as tragédias que têm acontecido, deixassem de existir.

Infelizmente, Portugal tem o maior ilusionista do mundo, de seu nome, António Costa, o primeiro-ministro, que é aquele que nunca é responsável por nada, inclusive, não é responsável pela descoordenação no combate aos incêndios, pela má organização do território, pela falta de cultura da prevenção, pela má coordenação de todos os organismos ligados ao fogo e à matéria florestal ou pela falta de legislação capaz de resolver problemas específicos, tudo situações que estão sob o seu domínio.

Já Nero, antigo imperador romano, ao contrário de Costa, é conhecido por ter sido o responsável pelo grande incêndio que devastou a cidade de Roma, assunto ao qual irei regressar mais adiante.

No entanto, Costa e Nero têm inúmeras parecenças, senão vejamos:

Nero foi um tirado, assassino e extravagante imperador, mas tinha a admiração do povo. Já António Costa, meteu a Constituição da República Portuguesa no bolso durante dois anos, arruinou o país, confinou todos os portugueses ilegalmente, apresenta a maior taxa de mortalidade dos últimos 40 anos, mente na taxa de inflação e, mesmo assim, conseguiu vencer as eleições legislativas por maioria.

Nero matou os seus inimigos. Costa feriu de morte os seus amigos BE e PCP, e os rivais CDS e PSD.

Nero foi um implacável perseguidor de cristãos. Costa persegue todos aqueles que não têm medo de expor a verdade e que denunciam as suas vigarices. Veja-se o que aconteceu a António José Seguro.

Nero conseguiu anular o poder do senado para governar como quisesse. Costa arrasou a geringonça, aniquilou Rui Rio e agora governa com maioria.

Como disse acima, regresso agora ao grande incêndio que devastou Roma, em 64 D.C., e que afectou dez dos 14 distritos romanos, tendo sido iniciado em um depósito de material inflamável no Circo Máximo.

Nero é acusado de ter deflagrado o incêndio por uma de duas razões: para construir um novo complexo de palácios ou porque os romanos estavam a perseguir os cristãos.

Já António Costa é acusado de nada fazer em relação aos incêndios que deflagram todos os anos e que poderão permitir grandes encaixes financeiros para os seus “Boys”, como a exploração e prospecção de lítio.

É vergonhoso ver que Costa, o maior responsável pela gestão territorial do nosso país e que já tinha sido alertado em tempo útil para todos os incêndios que poderiam vir a ocorrer, nada fez para os impedir.

Já os restantes responsáveis pela gestão territorial, nomeadamente o Ministro da Administração Interna e a Protecção Civil Nacional, parece que estão mais interessados em jogar às cartas ou aparecer na capa da “revista Vogue” do que salvar as nossas florestas.

A título de exemplo, a zona de Castelo Branco, nomeadamente da Serra da Estrela, estava sinalizada como zona de risco de incêndios. Toda a gente foi avisada, nomeadamente o primeiro-ministro, que era expectável que ocorresse um incêndio de grande magnitude nesta zona, mas ninguém fez nada e ninguém é responsabilizado.

Por último, a questão que deixo é a seguinte, qual dos dois, Nero e Costa, é o maior incendiário?

Se acertou na resposta, então peço-lhe que assine e partilhe a Petição que vida proibir a prospecção e exploração de lítio na serra da estrela, para que os maiores criminosos não se fiquem a rir com esta tragédia, a qual pode consultar neste link: https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT113393


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *