Almada

Costa e Monte da Caparica vão beneficiar de mais contentores e ilhas ecológicas

Até ao início de 2021, serão instalados cerca de 40 contentores semienterrados no Monte da Caparica e 12 ilhas ecológicas na Costa da Caparica.

- publicidade -

A Câmara Municipal de Almada informou que “até ao início de 2021, serão instalados cerca de 40 contentores semienterrados no Monte da Caparica. Em curso está também a instalação de 12 ilhas ecológicas na Costa da Caparica“.

Na nota publicada, a autarquia esclarece que “os novos contentores semienterrados (moloks) serão instalados nos bairros mais densamente povoados do Monte de Caparica. Esta intervenção, no valor de cerca de 185 mil euros, vai requalificar o espaço público da freguesia da Caparica, uma vez que estes contentores têm uma maior capacidade, mas um menor impacto visual em relação aos tradicionais contentores de superfície de quatro rodas”.

Neste momento já se encontram instaladas seis unidades na Rua do Moinho. “Na primeira semana de dezembro serão instaladas mais quatro unidades, enquanto as restantes serão colocadas no início de 2021”.

Já na Costa da Caparica estão a ser instaladas 12 novas ilhas ecológicas, constituídas “por contentores subterrâneos para recolha de resíduos recicláveis e indiferenciado, com maior capacidade do que os contentores habituais”. Representa um investimento no valor de 700 mil euros.

A nota informa que para além da Praça 9 de Julho (já instalada), está prevista a distribuição das ilhas ecológicas pelos seguintes locais:

  • Av. 1.º de Maio (5 ilhas)
  • Largo Vasco da Gama (1 ilha)
  • Rua 25 de Abril (1 ilha)
  • Rua Pero de Alenquer (1 ilha)
  • Praça de Liberdade, no âmbito do projeto de requalificação da Rua dos Pescadores (1 ilha)
  • Rua do Mestre Manuel (1 ilha)
  • Av. Aresta Branco (1 ilha)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui