AtualidadeCrimeSeixal

Corroios | Detido após vários furtos fica com apresentações periódicas e tratamento

O Ministério Público acusou um arguido da prática de três crime de furto, um deles qualificado e na forma tentada, e de um crime de violência depois da subtração, realizados na freguesia de Corroios, Seixal, em quatro ocasiões distintas.

Segundo o Ministério Público, nas duas primeiras ocasiões em novembro de 2020, o arguido furtou produtos dos expositores de duas farmácias situadas em Corroios.

Numa terceira situação, em junho de 2021, o arguido introduziu-se, mediante escalamento, nas instalações de uma empresa de cortiças e foi intercetado pela PSP quando tentava apropriar-se de fios em cobre, material de canalização e radiadores de ar condicionado, no valor de 600 euros.

Numa quarta ocasião, também em julho de 2021, o arguido conseguiu aceder ao interior de uma residência e daí retirou vários objetos, tendo sido surpreendido pela proprietária do imóvel, mas dirigiu-lhe ameaças e abandonou o local na posse dos bens furtados.

Acabaria por ser intercetado pouco depois, nas imediações, por outro dos residentes na habitação.

Na sequência destes acontecimentos, o arguido foi detido e, sujeito a primeiro interrogatório, foram-lhe aplicadas as medidas de coação de obrigação de apresentação bissemanal e de obrigação de continuação de tratamento, situação que no despacho final, o Ministério Público promove que mantenha.

A investigação foi dirigida pela 1ª Secção do Seixal do DIAP da Procuradoria da República da Comarca de Lisboa com a coadjuvação da PSP do Seixal.

 



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.