Início Atualidade Coronovírus: Direção-Geral de Veterinária alerta para a entrada de animais em Portugal

Coronovírus: Direção-Geral de Veterinária alerta para a entrada de animais em Portugal

A China elevou esta sexta-feita para 213 mortos e quase 10 mil infetados o balanço do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus (2019-nCoV) detetado no final do ano em Wuhan.

0
271
@ WCPO
Tempo de Leitura: < 1 minuto
A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) diz tem que ser acautelada a entrada em Portugal de animais vivos, bens e produtos provenientes de países onde a doença já foi detetada.

Numa nota publicada na página da internet, o organismo diz que em Portugal “o risco de entrada do vírus está sobretudo associado à circulação de pessoas” mas que terão de ser acauteladas as entradas de animais vivos, bens e/ou produtos (géneros alimentícios e alimentação animal) provenientes desses países”.

A DGAV recomenda que os funcionários que rercebam navios com contentores provenientes da China e dos países vizinhos utilizem equipamento de proteção individual, máscara e luvas.

Entretanto, as autoridades sanitárias da China auto-embargaram a exportação de animais exóticos e silvestres, como aves, peixes ornamentais, pombos, répteis, aranhas e escorpiões, a partir deste país.

A OMS defendeu que qualquer contacto com animais existentes no mercado “deve ser estritamente evitado”, bem como o contacto com resíduos ou fluidos de animais “potencialmente contaminados no solo ou nas estruturas de lojas e instalações de mercado”.

A China elevou esta sexta-feita para 213 mortos e quase 10 mil infetados o balanço do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus (2019-nCoV) detetado no final do ano em Wuhan.

Além do território continental da China e das regiões chinesas de Macau e Hong Kong, há mais de 50 casos de infeção confirmados em 20 outros países – Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Taiwan, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Itália, Reino Unido, Austrália, Finlândia, Emirados Árabes Unidos, Camboja, Filipinas e Índia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome