AtualidadeLisboa

Confrontos entre duas famílias resultam em detenções e apreensão de várias armas

Polícia Judiciária investiga desacatos desde 2019

publicidade

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, realizou, ontem, com a colaboração do Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública, uma ação operacional conjugada, a qual resultou na detenção de três homens, de 88, 64 e 22 anos, fortemente indiciados pela prática de crimes de detenção de arma proibida.

Os factos que originaram a investigação iniciaram-se em agosto de 2019 e têm-se prolongado até agora, compondo-se, essencialmente, por confrontos continuados e violentos entre membros de duas famílias residentes em diferentes bairros dos concelhos de Lisboa e de Amadora.

Em tais confrontos foram utilizadas armas de fogo, as quais provocaram diversos danos, em viaturas e em imóveis.

Na sequência da ação policial, consubstanciada em mais de quarenta buscas domiciliárias realizadas, foram apreendidas dezenas de armas de fogo de diferentes calibres (vinte e sete caçadeiras, duas pistolas e cinco revólveres), quatro armas brancas, um bastão extensível, uma moca e dois aerossóis, bem como milhares de munições de diversos calibres.

A Polícia Judiciária irá prosseguir a investigação, visando apurar o envolvimento dos ora detidos em outros crimes.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui