AlcocheteAtualidadeMontijo

Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário lamenta 50 anos de atraso do novo aeroporto

- publicidade -

A Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI) lamentou hoje a espera “há 50 anos” por uma ‘metodologia’ sobre a localização do novo aeroporto de Lisboa, argumentando que tal metodologia devia ser primeiro técnica e, só depois, política.

Ricardo Gomes, vice-presidente da CPCI, afirmou, numa audição com deputados para balanço da execução do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que «se há algo que, se calhar tem falhado em todo este processo, foi que algumas vezes invertemos a lógica das coisas, dando prioridade à política e não à técnica.

Se se fizer da outra forma, se calhar, já tínhamos uma decisão.»

Ricardo Gomes defendeu como «muito relevante um aspeto que tem sido defendido pela confederação há muitos anos: o de as infraestruturas consideradas estratégicas para o desenvolvimento de um país não serem matéria de natureza ideológica, de natureza partidária».

Ricardo Gomes lamentou que, nos últimos 50 anos, não tenha sido construída uma metodologia que, antes de mais, seja técnica «e só no fim seja política, para suportar decisões como a localização do novo aeroporto».

A comissão de acompanhamento da Comissão Técnica Independente, presidida por Carlos Mineiro Aires, tem em mãos o estudo de soluções para o novo aeroporto, estando cinco em cima da mesa.

Estas soluções passam por manter o aeroporto Humberto Delgado como aeroporto principal e Montijo como complementar; uma segunda em que o Montijo adquire progressivamente o estatuto de principal e Humberto Delgado de complementar; uma terceira em que Alcochete substitui integralmente o aeroporto Humberto Delgado; uma quarta em que será este aeroporto o principal e Santarém o complementar e uma quinta em que Santarém substitui integralmente Humberto Delgado.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *