DesportoSetúbal

Comunicado da direção do Vitória Futebol Clube faz novo ponto de situação

publicidade

Há perto de uma hora a direção do Vitória Futebol Clube, Setúbal, apresentou um novo comunicado público, no seu site e nas redes sociais no qual apresenta um «ponto de situação a 30 de Outubro de 2020» dividido por assuntos.

Sobre o PER o comunicado indica que «conseguimos o valor de 10.900€ para pagar mais uma prestação» e indicam que «de quatro meses (pagamento do PER teve início em Julho), apenas tinha sido pago um mês, e se se falhasse o pagamento do mês de Outubro, o Vitória FC teria muitos danos e penhoras imediatas, pois não se pode incumprir 3 meses seguidos nem 6 meses intercalares».

Sobre a situação dos funcionários com salários em atraso, a direção deixa «uma palavra pública de apreço» e indica que «ainda não conseguimos cumprir pois foram tomadas decisões no mínimo questionáveis que nos têm impossibilitado por várias vias de regularizar a situação. Só falar não chega é certo, mas estamos a fazer o nosso melhor todos dias das 8h da manhã até as 24h para conseguirmos resolver a vossa e toda a situação deixada pela anterior direção.»

Acerca Equipa A de futebol, afirma a direção que «estamos todos solidários com a nossa equipa profissional, tivemos várias reuniões com os 4 capitães e sempre nos pautámos pela verdade, transparência e trabalho, e apresentámos nossa solução para o futuro da SAD.

Esta sexta-feira já recebemos por correio registado a carta de intenções e a proposta oficial de aquisição da SAD. Durante a próxima semana vamos elaborar junto da administração da Fundbox um contrato entre as partes para podermos marcar uma AG, e levar a votação e discussão dos nossos Sócios para ser votada.»

Como vem sendo hábito, há lugar ainda para críticas para a «anterior Direção», com um repúdio para «o facto de ainda não sermos reconhecidos legalmente como Direção na certidão oficial do clube de forma propositada pela anterior Direcção.

Só ontem (dia 29 de Outubro de 2020) pelas 19h00 e a pedido dos advogados que neste momento colaboram com a Direção, e que foram obrigados a intervir de todas as formas foi possível accionar mecanismos para corrigir este grave problema e impedimento para a gestão diária.»

O comunicado acusa ainda que «até hoje os códigos e acessos a vários computadores do Vitória FC (cujos são utilizados para gerir diversos programas fundamentais) não nos foram facultados pela anterior Direcção, sendo assim mais um grave impedimento para podermos trabalhar com o profissionalismo e velocidade que temos e queremos».

Por fim um elogio para com a secção de ginástica, garantindo que «tivemos uma reunião com o Sr Rui Praxedes, e queremos dar os parabéns pela apresentação, organização e profissionalismo apresentado» garantindo que «a Direcção tudo irá fazer para ajudar a secção de Ginástica».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui