Parceiros
Opinião

Complexo Desportivo Municipal Cidade de Almada

A 3 de Dezembro de1989 era iniciada a construção da 1ª fase do Complexo Desportivo Municipal Cidade de Almada, executado pela empresa Edifer, constituída por nave principal, ginásios, recintos de squash, auditório, zona comercial e áreas de apoio e serviços, que constituiu a 1ª fase deste equipamento desportivo.

Estava lançada a construção do Complexo que, durante alguns anos, constituiu o mais bem dotado equipamento desportivo do género em Portugal e que recebeu alguns dos grandes eventos que o País organizou durante este tempo, em razão das boas características das instalações e das suas boas equipas técnicas.

Na oportunidade, cumpro com alegria o meu dever de deixar um grande aplauso às equipas técnicas que, desde a primeira hora constituíram um poderoso recurso de desenvolvimento do Desporto na Câmara e no concelho.

Os clubes do concelho, que durante décadas apenas tinham à sua disposição o Pavilhão da Escola D. António da Costa, para a realização dos seus eventos, passaram a ter disponível um excelente equipamento.

Na mesma altura, a Câmara Municipal de Almada lançava a construção de mais outros 3 pavilhões desportivos – Laranjeiro, Charneca e Costa da Caparica – numa opção de infraestruturação desportiva descentralizada pelas várias freguesias, operação que, decorrendo durante os anos de 1992 a 1994, granjearam para Almada um grande prestígio nacional, já que constituiu a mais relevante operação de infraestruturação que decorreu em Portugal, a nível autárquico, nos anos 90.

Um grande aplauso aos clubes que no Complexo ali têm levado a efeito os seus eventos, que têm atingido elevados patamares de organização, o que se regista e aplaude.

Publicam-se 2 fotos do dia da inauguração a 30 de Maio de 1992, com a presença do todo o movimento associativo almadense, que estiveram representados com os seus estandartes e com as suas comitivas desportivas.

Para além de autarcas de todas as freguesias, da Assembleia Municipal e da Câmara Municipal, O Governo da República esteve representado através do Ministro Couto dos Santos, da Educação e da Juventude.

A foto da Presidente da Câmara, Maria Emília de Sousa, e do Ministro Couto dos Santos, ladeados pelos estandartes dos clubes e coletividades do concelho, foi colocada nas paredes do Complexo, sinalizando esse dia histórico para o Desporto de Almada e do País. Esteve 25 anos, mantendo viva essa memória histórica.

Em 2018, com a vereação de então, houve ordem para apear esta foto histórica – e outras – das paredes do Pavilhão.

E a memória. Há futuro sem memória?!



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.