AlmadaEconomia

Comissão de Trabalhadores do Arsenal do Alfeite alerta: ‘Estaleiro não aguenta mais!’

A Comissão de Trabalhadores do Arsenal do Alfeite exige que o Governo e a administração do Arsenal avancem com investimento em infraestruturas, nomeadamente em Meios de Docagem, Modernização de Oficinas e Ferramentas e Equipamentos.

No comunicado enviado ao Diário do Distrito, a CT refere ser este o «momento indicado para se resolver a situação do investimento, numa altura em que se está a preparar o Orçamento de Estado para 2023».

E deixa um alerta: «O momento é de Emergência. O Estaleiro não aguenta mais sem o necessário investimento, para que possa dar cumprimento á sua missão; Construção, Reparação e Manutenção dos Navios da Marinha Portuguesa. É o país que está a perder.»

E a crítica é enviada ao actual Governo, que «afirma que quer apostar na indústria Aeroespacial, na indústria Ferroviária, quando Portugal está na vanguarda «da Guerrilha tecnológica», através da Marinha, não pode deixar de apostar na indústria Naval, neste caso no Arsenal do Alfeite».

Para a CT «o Arsenal do Alfeite necessita ser olhado com devida importância que tem e não ser tratado como uma repartição, onde além de não serem feitos investimentos, ainda lhe cativam as verbas criando problemas orçamentais e dificuldades em cumprir com as suas obrigações, e aquisição de bens necessários ao seu funcionamento.»

Também a situação dos trabalhadores é referida no comunicado, lembrando que «apesar do Orçamento de 2022, ter entrado em vigor em 28 de Junho de 2022, continuam por descongelar as Promoções de 45 trabalhadores que se encontram assim desde 2018.

JÁ NÃO HÁ PALAVRAS!»

Deixam também a garantia de que «os Trabalhadores continuarão a lutar por um Arsenal do Alfeite com futuro, público, ao serviço da Marinha e do País».


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *