AtualidadeDestaqueDistrito SetúbalPalmela
Em Destaque

Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Palmela “em rutura” por falta de pessoal

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) do concelho de Palmela está sem meios humanos para acompanhar os processos que tem em curso

publicidade

O alerta foi lançado pelo vereador do PSD na reunião de Câmara que decorreu esta quarta-feira. Paulo Ribeiro alertou para “os problemas graves” com “debilidades nos horários” por falta de pessoal, não permitindo à Comissão “atuar convenientemente na proteção das crianças e jovens em risco do concelho”.

O presidente da Câmara Municipal disse que a autarquia “já escreveu a quem de direito sobre a insuficiência de recursos” e que a CPCJ está em “situação de quase rutura”.

Álvaro Amaro considera que “este não pode ser o papel do município”.

Se querem que os municípios façam tudo”, com a “descentralização a gente toma conta disto tudo” – disse o autarca, acrescentando que o Município “tem dado o que tem que dar” à CPCJ e que “vai reforçar” os apoios.

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Palmela tem neste momento cerca de 350 processos, aos quais poderá não conseguir acompanhar.

Artigos Relacionados

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui