Internacional

Com contas arrestadas, Isabel dos Santos pede salário de 44 mil euros da Unitel em numerário

- publicidade -

A empresária angolana, Isabel dos Santos, tem neste momento as contas bancárias e bens arrestados em Angola e Portugal, assim, enquanto administradora da Unitel, pediu para receber o salário em numerário, o que a empresa rejeitou.

Face à recusa por parte do conselho de administração, Isabel dos Santos, ameaçou com processo judicial contra os administradores que se socorreram do contrato assinado entre as partes que previa o pagamento do salário por transferência bancária para uma conta de um banco em Angola.

Assim, a empresária angolana, viu-se obrigada a acatar a decisão, no entanto solicitou à administração a mudança de conta para uma não arrestada, o que foi aceite, recebendo assim o salário de cerca de 44 mil euros

O salário de Isabel dos Santos na Unitel deve-se ao cargo que detém de administradora, a par de 25% da operadora de telecomunicações.

A operadora de telecomunicações além da recusa com base nas disposições contratuais, disse ainda que, “sendo a Unitel uma empresa que se rege por elevados padrões de compliance [cumprimento da lei] não pode, de modo algum, estar envolvida em qualquer situação que possa sequer levantar qualquer tipo de suspeita neste domínio.”

A lei em Angola, como prevenção e combate ao branqueamento de capitais , estipula que pagamentos em dinheiro vivo superiores a 15 mil dólares devem ser comunicados às autoridades.

NOTÍCIA RECOMENDADA: https://diariodistrito.pt/isabel-dos-santos-mansao-no-algarve-de-tres-milhoes-de-euros-sob-suspeita-ministerio-publico/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui