DestaqueSeixal

Colegas unem-se para ajudar Bruno após AVC hemorrágico

Com 35 anos de idade, casado e pais de dias meninas gémeas com quatro anos, Bruno sofreu em Janeiro um AVC Hemorrágico que viria a mudar a sua vida e a da sua família para sempre.

Tudo ocorreu no dia 7 de Janeiro deste ano, quando Bruno começou «a sentir-se esquisito, a ver coisas», conforme contou uma das colegas de trabalho.

Tinha sofrido um AVC hemorragico grave. Transportado ao Hospital Garcia de Horta, em Almada, foi entubado e submetido a uma craniectomia descompressiva, para aliviar a pressão sanguínea no cérebro, ficando em coma induzido cerca de um mês.

Entre Janeiro e Maio foi traqueostomizado, e a 7 de Maio foi submetido a uma craniosplastia e logo a seguir, foi colocada uma PEG (gastrostomia endoscópica percutanea).

No dia 18 de Maio foi-lhe dada alta do Hospital e foi enviado para uma clinica de reabilitação.

Bruno não consegue movimentar nenhum dos membros, e não fala.

Para recuperar o mínimo de qualidade de vida, são necessários tratamentos e fisioterapias dispendiosas, a que se somam as despesas do seu internamento na clinica.

Para ajudar a família, os colegas e amigos têm vindo a realizar iniciativas, como um crowdfunding, financiamento colaborativo, (que pode encontrar aqui), até quermesses.

“A primeira foi feita no café de uma amiga nossa, e este sábado estamos no parque de estacionamento do hipermercado e.Leclerc” explicou Paula, uma das organizadoras da página ‘Todos pelo Bruno’, ao Diário do Distrito.

Numa breve entrevista, com a presença de Ana, esposa de Bruno, Paula explicou os preceitos de uma iniciativa que teve bastante acolhimento por parte dos clientes do hipermercado e por muitos dos que seguem a página no Facebook.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *