Parceiros
Crime

Clóvis Abreu vai ser confrontado com imagens de vídeo

Suspeito só falará ao Ministério Público depois da Páscoa.

- publicidade -

O terceiro suspeito da morte de um agente da PSP na madrugada de 19 de março, vai ser confrontado com imagens de videovigilância em tribunal, imagens essas que estão na posse da Polícia Judiciária e que mostram várias agressões de Clóvis Abreu ao grupo de polícias onde se inclui Fábio Guerra, o agente que não resistiu aos ferimentos e acabou por morrer no dia 21 de março.

Nas imagens consegue-se perceber que Clóvis Abreu começa por dar vários pontapés na cabeça de um indivíduo de nacionalidade estrangeira, depois segue-se a segunda agressão, desta vez a um dos agentes que estava no grupo de Fábio Guerra. Nos despachos de indiciação que colocou os dois fuzileiros em prisão preventiva, diz o mesmo despacho que o grupo gritou “parem, somos da polícia“, mas que nada impediu as agressões que os três indivíduos praticaram e de extrema violência.

O terceiro suspeito que está em fuga, terá dado um murro a outro elemento da PSP, que caiu para o chão, aí Clóvis terá dado ainda pontapés na zona da cabeça e das costas. A prova está preparada para ser apresentada em tribunal quando o suspeito for presente ao Ministério Público.

Clóvias Abreu já disse que prestará declarações mas só depois da Páscoa, porque está a trabalhar fora do país, mas não avançou com o seu paradeiro que não é conhecido pelas autoridades. As imagens mostram ainda Clóvis a gritar: “Quem é que vocês pensam que são? Anda cá que vos rebento a todos“, enquanto isso, os dois fuzileiros espancavam Fábio Guerra que está caído no chão e inconsciente.

Segundo o Correio da Manhã, Clóvis Abreu terá pegado numa pedra junto a uma árvore e desferiu com a mesma na cabeça de outro agente que também estava caído no chão e que teve que receber tratamento hospitalar, não se sabe se o terceiro suspeito terá agredido com a mesma pedra na cabeça de Fábio Guerra, o mesmo jornal adianta que não existem imagens desse momento, salienta na sua edição de sábado que apenas existem testemunhas que dizer ter visto a agressão com a pedra a Fábio.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário