DesportoSetúbal

Claque do Vitória acusa nova direção de não cumprir promessas com salários

publicidade

O ‘Grupo 1910’, a claque do Vitória Futebol Clube, Setúbal, acusa o presidente da nova direção de não cumprir o prometido antes das eleições.

Em causa está o pagamento de salários aos funcionários dos quadros, a quem Paulo Rodrigues terá prometido regularizar a situação salarial «no dia seguinte à eleição.

Se como GRUPO1910 nos tentamos abster nestas eleições ao maximo, apesar das ENORMES desconfianças para com a capacidade da pessoa que agora é presidente, neste momento tornou-se impossível! As promessas foram muitas, efectivas foram muito poucas!».

O Grupo 1910 informa ainda que canalizou parte da verba obtida em leilões «que tinham como objetivo dar continuidade ao ‘pack sadino’, no apoio à formação de futebol bem como à modalidade de andebol, para uma compra substancial e posterior entrega na porta 0 do estádio de bens alimentares e necessários.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui