AtualidadeMobilidade

Circulação de comboios pode ser afectada por greve na Infraestruturas de Portugal

- publicidade -

Os trabalhadores da IP – Infraestruturas de Portugal iniciam esta quarta-feira, 28 de Julho, uma greve parcial, que termina em 8 de Agosto, e uma greve ao trabalho extraordinário, até 15 de Setembro.

Esta paralisação parcial vai ter lugar das 10h00 às 12h00 e das 17h00 às 19h00, todos os dias na primeira fase e, a partir de 9 de Agosto, até meados de Setembro, visa todo o trabalho extraordinário.

As paralisações foram convocadas pela Associação Sindical das Chefias Intermédias de Exploração Ferroviária (ASCEF), pelo Sindicato Nacional dos Transportes, Comunicações e Obras Públicas (FENTECOP), pelo Sindicato Independente Nacional dos Ferroviários (SINFB), pelo Sindicato Nacional Democrático da Ferrovia (SINDEFER), pelo Sindicato Independente dos Trabalhadores Ferroviários, das Infraestruturas e Afins (SINFA), pelo Sindicato Independente dos Operacionais Ferroviários e Afins (SIOFA) e pelo Sindicato dos Transportes Ferroviários (STF).

Em causa estão as exigências por aumentos salariais e melhores condições de trabalho; o cumprimento integral do Acordo Colectivo de Trabalho e o respeito pela negociação colectiva como factor de resolução e prevenção de conflitos.

A contratação de trabalhadores é outra das reivindicações, assim como a melhoria das condições de higiene e segurança, nas instalações sociais e nos locais de trabalho.

As estruturas sindicais reuniram-se na segunda-feira com os representantes da empresa e da tutela governamental, mas sem resultados positivos, pelo que decidiram manter a acção de protesto.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo