Parceiros
Destaque

Cinzas de Eunice Munõz ficaram na Amareleja

O anuncio foi feito por Vitor Proença através das redes sociais do presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal.

- publicidade -

O teatro nacional ficou mais pobre na passada sexta-feira com o desaparecimento da sua ‘rainha’, Eunice Muñoz que lutou até ao último minuto para que conseguisse deixar um grande legado no munto do teatro e da televisão.

Eunice Muñoz morreu aos 93 anos de idade e deixou um vasto trabalho que será recordado por todos os seus fãs e colegas de palco e televisão, a atriz que foi cremada na passada terça-feira no cemitério do Alto São João, em Lisboa, foi lembrada por atores, atrizes, políticos e várias personalidades de todos os quadrantes, até pelos populares que quiseram deixar a sua última homenagem à ‘rainha’ do teatro português, uma grande salva de palmas na saída da urna.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vitor Proença, deixou na sua página de facebook que as cinzas da atriz vão repousar na casa onde nasceu há 93 anos, casa essa que foi transformada quase em museu.

Presidente da Câmara de Alcácer do Sal deu a informação esta quinta-feira


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário