Justiça

Cinco detidos por rapto de mulher que traficava estupefacientes para Portugal

- publicidade -

Uma mulher, recém-chegada a território nacional, e que transportava estupefacientes, terá sido raptada por três indivíduos, que fingiram ser agentes de autoridade.

A situação chegou ao conhecimento da Polícia Judiciária, embora «com contornos pouco claros e reduzida informação» segundo o comunicado enviado às redações, onde é também referido que a vítima conseguiu escapar à ação dos raptores, regressando ao país de origem.

A investigação foi levada a cabo pela Unidade Nacional Contraterrorismo (UNCT), durante o mês de setembro, e levou à realização de várias buscas domiciliárias, bem como à detenção fora de flagrante delito, de cinco indivíduos, uma mulher e quatro homens, pela presumível prática de um crime de rapto e de tráfico de estupefacientes.

Os arguidos, de nacionalidade portuguesa e estrangeiros, integram grupos criminosos dedicados ao tráfico de estupefacientes internacional.

Após sujeição a primeiro interrogatório judicial perante a Autoridade Judiciária competente, foi aplicada a quatro dos cinco arguidos, a medida de coação de prisão preventiva.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo