AtualidadeCrimeDestaque

Cinco detidos em megaoperação centrada na apanha de bivalves em Almada e Barreiro

- publicidade -

A Polícia Marítima, através da Unidade Central de Investigação Criminal da Polícia, realizou ontem uma megaoperação conjunta na zona do Barreiro e de Almada, na qual foram detidas 5 pessoas e apreendidas 16 viaturas (3 de alta cilindrada), 2 embarcações, mais de 40 mil euros em dinheiro, mais de 2 toneladas de amêijoa, 2 armas de fogo, 1 arma branca e vários dispositivos eletrónicos.

A operação internacional resultou de uma investigação que decorria há cerca de dois anos e permitiu desmantelar três redes internacionais ligadas à captura ilegal de amêijoa no rio Tejo. Nesta operação, que teve início na madrugada de ontem, foram executados 34 mandados de busca e apreensão, com a colaboração da PSP, por suspeita da prática de crimes relacionados com a captura ilegal de amêijoa no Tejo com recurso a mão-de-obra ilegal, falsificação de documentos, crimes contra a saúde pública, fraude sobre mercadorias, fraude fiscal e branqueamento de capitais, e posse de arma ilegal.

Os cinco detidos, de nacionalidade portuguesa, vão ser presentes a tribunal nos próximos dias.

Nesta operação, que contou com a colaboração da Europol, da PSP, do Corpo Nacional de Polícia (Espanha), da Carabinieri e da Guardia di Finanza (Itália) e a Gendarmerie (França), estiveram envolvidos 90 operacionais da Polícia Marítima, apoiados por 26 viaturas.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo