DestaqueNacional

Chega quer mudar o nome do aeroporto de Lisboa

publicidade

O Chega insta o Governo a retirar o nome de General Humberto Delgado do aeroporto de Lisboa e sugere o nome da fadista Amália Rodrigues, dizendo que foi um dos maiores nomes da cultura portuguesa nos quatro cantos do mundo.

Foi em 2016 que o anterior Governo de António Costa decidiu homenagear o “General Sem Medo” atribuindo o seu nome ao aeroporto de Lisboa. Mas o Chega no dia em que a fadista faria 100 anos (quarta-feira), sugeriu que o Governo altera-se o nome do general para o da fadista.

O deputado do Chega para justificar esta mudança de nome, pegou numa notícia do El País, do final de junho, onde referia que a organização terrorista luso-espanhola DRILL foi responsável, em 1960, pelo assassinato de uma criança de 20 meses em São Sebastião (País Basco), assassínio atribuído à ETA.

O DRIL (Diretório Revolucionário Ibérico de Libertação) foi uma organização revolucionária que fora apoiada por File Castro (ditador comunista cubano) e que atuou entre 59 e 64 com o objetivo de derrubas as ditaduras de António Oliveira Salazar (Portugal) e Francisco Franco (Espanha).

O deputado lembrou ainda que os líderes da organização foram os portugueses Humberto Delgado – militar que deu corpo à principal tentativa de derrube de Salazar, através de eleições, que perdera em 58 e Henrique Galvão – ficando famoso por ter desviado o paquete Santa Maria, cheio de passageiros em 61.

“Sendo estas informações verídicas, o Chega defende que o nome do general Humberto Delgado deve ser retirado da toponímia do aeroporto de Lisboa, pois não é aceitável que um homem responsável pela morte de uma criança inocente dê nome ao principal aeroporto do país quando se tratou, sublinhe-se, de uma ação terrorista”, salienta o líder demissionário no projeto de resolução que deu entrada no parlamento na sexta-feira.

Ventura desafia assim o Governo a tomar uma atitude relativamente ao nome do aeroporto da Portela.

 

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui