Chega é oficialmente da família da extrema-direita europeia

O Identidade e Democracia (ID), de Salvini e Le Pen, acolheu o partido do deputado André Ventura. O Chega é oficialmente um parente da extrema-direita europeia

publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

Já é oficial que o Chega pertence à família da extrema-direita europeia. Como membros tem Marine Le Pen (Frente Nacional), Mateo Salvine (Liga Norte), Alternative für Deutschland (AfD) e Partido pela Liberdade (Geert Wilders), entre dezenas de outros, mas foi o Identidade e Democracia (ID) quem admitiu o Chega do deputado André Ventura nesta rede europeia de partidos de extrema-direita.

O anúncio foi feito pelo próprio André Ventura, na passada quarta-feira (1) onde adiantou que o convite foi feito no passado dia 10 de junho, Dia de Portugal. Segundo o Sábado, a aliança nasceu com uma troca de impressões entre André Ventura e Marco Zanni (Líder do grupo parlamentar europeu do ID), sendo que as conversas iniciadas entre os dois, deu origem a um convite por parte do ID, para que o Chega se unisse aos partidos de extrema-direita europeus.

Ventura já confirmou a união e diz que “Vai ser uma honra fazer política ao lado de grandes políticos como Matteo Salvini”, e diz ser com enorme orgulho que, em pouco tempo, o Chega seja considerado muito apelativo junto de grupos políticos europeus.

Lembrar que André Ventura foi convidado pelo Presidente dos Estados Unidos, a estar presente numa das sua convecções marcadas para o próximo mês. Figura que está a ser contestada por milhares de norte americanos.

 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome