País

Chefias da guarda prisional dão saldo positivo à greve de sexta-feira

Associação sindical avança que 80% das chefias fizeram greve.

A Associação Sindical de Chefias do Corpo da Guarda Prisional (ASCCGP) aponta para 80% de trabalhadores que aderiram à greve de sexta-feira nos primeiros três turno de serviço.

Segundo o presidente da associação sindical, Hermínio Barradas, a adesão à greve atingiu os 100% nas cadeias regionais de Elvas e Guimarães, como também no Estabelecimento Prisional anexo à Polícia Judiciária e no EP de Leiria, estabelecimento para jovens reclusos.

Estamos muitos satisfeitos com a adesão à greve levada a cabo esta sexta-feira

A greve centra-se na falta de pessoal no corpo da guarda prisional e também a falta de concurso para chefias do corpo da guarda prisional, o responsável aponta o dedo ao Governo nomeadamente ao Ministério da Justiça, pois o MAI recentemente desbloqueou 200 vagas para o cargo de chefe da PSP e o ministério que tutelas a guarda prisional nada fez desde 2005.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.