AtualidadeDestaqueDistritoVila Real

Chaves com as ruas repletas de pessoas

publicidade

Sem máscara, sem distanciamento e até às 02h30 da madrugada. Seria um sábado à noite habitual na cidade de Chaves, não fosse a pandemia de Covid-19 e as recomendações para evitar a propagação do vírus.

Vários flavienses publicaram fotografias nas redes sociais que mostram ruas e esplanadas do centro da cidade completamente cheias.

A zona fotografada é conhecida pelos seus restaurantes típicos e bares onde os jovens se reúnem, mas um dos moradores afirmou ao Diário do Distrito que a zona das Caldas de Chaves, à beira do rio Tâmega, também se encontrava repleta de pessoas.

De acordo com os relatos, e ao que o Diário do Distrito apurou, não houve qualquer intervenção policial para que a multidão fosse dispersa.

Grande parte dos residentes no concelho de Chaves está ambivalente com a visita dos emigrantes, habitual nesta altura do ano. Se, por um lado, as saudades apertam, por outro o receio de poder aumentar o número de infecções deixa os flavienses em alerta.

Nuno Vaz, presidente da Câmara de Chaves, disse no passado dia 29 de julho que “uma região de fronteira como Chaves é uma zona de elevado risco, porque atravessam as fronteiras milhares de pessoas, emigrantes que decidiram regressar a casa, que constituem um risco não só para os próprios como para as suas famílias”.

Recorde-se que o município de Chaves está abrangido pelo Estado de Alerta, que obriga os estabelecimentos de restauração e bebidas alcoólicas ao encerramento diário às 23h00.

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui