Parceiros
Palmela

Chamas atacam Palmela com violência

Um fogo está a consumir a encosta do Castelo de Palmela, nesta quarta-feira, num incêndio de grandes proporções, que obrigou à deslocação de quase todos os corpos de bombeiros do distrito, para tentar controlar o fogo que está a ameaçar o Parque Natural da Arrábida.

Segundo apurou o Diário do Distrito no local, as labaredas começaram a ser vistas a queimar a encosta da baixa de Palmela por volta do meio dia. 


O alastramento das chamas já obrigou à evacuação, feita pela Guarda Nacional Republicana (GNR), da creche do centro social, dos moradores do centro histórico de Palmela e do terminal de autocarros do município, onde a GNR e os bombeiros estão a pedir aos cidadãos para tirarem os carros da área o mais rapidamente possível.

Estão, neste momento, acionados 275 operacionais, 43 viaturas e dois meios aéreos, que tentam controlar o fogo. As condições atmosféricas não favorecem a atuação dos bombeiros, pois o vento quente e o extremo calor dificultam o controlo e a tentativa de parar a progressão do incêndio para outros focos. O Comandante Distrital de Setúbal pediu mais apoios aéreos, os quais foram negados.

Corporações de todo o distrito, incluindo do litoral alentejano, já estão no local para dar o máximo de apoio nesta intervenção musculada, que já se encontra a beira da estrada do terminal rodoviário.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil disse ao Diário do Distrito que meios de Lisboa estão a ir para o local. 

Desaconselha-se a ida para a vila, pois as vias de acesso estão condicionadas ou encerradas ao tráfego. 

O IRA – Intervenção e Resgate Animal também já chegou ao local para socorrer as várias espécies que vivem na zona natural, bem como auxiliarem um dos abrigos de animais.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.