EconomiaPaís

CGTP defende que são precisas medidas urgentes para travar perda de poder de compra

A CGTP defendeu hoje que “são urgentes” medidas para travar a perda de poder de compra por parte de famílias e trabalhadores, sublinhando que grandes empresas e grupos económicos estão a registar “aumentos gigantescos” dos lucros.

“São urgentes ações que ponham travão à perda de poder de compra e à degradação das condições de trabalho e de vida”, afirma a CGTP em comunicado, exigindo medidas como o aumento dos salários em 90 euros para todos os trabalhadores.


A intersindical afirma que as grandes empresas e grupos económicos registam “aumentos gigantescos de lucro” nos primeiros seis meses do ano, no entanto, no mesmo período os trabalhadores, os pensionistas e as famílias estão a ver as sus dificuldades económicas a aumentar e o seu poder de compra a diminuir.

“Na banca, grande distribuição, eletricidade, combustíveis e outras formas de energia, na indústria ou nos serviços, os lucros líquidos das grandes empresas ultrapassaram largamente, nos primeiros seis meses do ano, os dois mil milhões de euros”, afirma a CGTP.

Para a intersindical, “os níveis de especulação e exploração que estão na base dos lucros” das empresas “resultam da opção política do governo PS, com ou sem imposições da União Europeia, e que conta com o papel ativo do PSD, CDS, IL e Chega”.

“A situação atual exige medidas imediatas”, defende a CGTP, reivindicando ainda a subida salário mínimo nacional para os 800 euros “com efeitos imediatos” e um aumento extraordinário das pensões que reponha o poder de compra e das prestações sociais.

A CGTP quer ainda a fixação de limites máximos nos preços dos bens e serviço essenciais, bem como a aplicação de um imposto sobre os lucros “colossais” das grandes empresas.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.