Quantcast Choice. Consent Manager Tag v2.0 (for TCF 2.0)
Setúbal

Cerimónia assinalou 267 aniversário de Luísa Todi

- publicidade -

O 267.º aniversário de Luísa Todi foi assinalado esta manhã em Setúbal, numa cerimónia evocativa que incluiu deposição de flores na glorieta em sua homenagem.

«Setúbal tem o privilégio de ter tido um vulto cultural como foi Luísa Todi e que, depois de mais de dois séculos, continua a deixar rasto elevado por toda a Europa», sublinhou o vereador da Cultura da Câmara Municipal, Pedro Pina, na cerimónia realizada defronte do busto erguido em homenagem à cantora lírica.

Pedro Pina, que depôs uma coroa de flores, destacou o legado deixado pela maior cantora lírica portuguesa de todos os tempos. «O seu papel na música clássica do século XVIII foi absolutamente inesquecível.»

A cerimónia contou ainda com a deposição de flores pelos presidentes da União das Freguesias de Setúbal, Rui Canas, e do Coral Luísa Todi, Luís Fernandes, e por representantes da direção da Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão, Rui Farinho, e da Universidade Sénior de Setúbal, Maria do Carmo Branco.

Presentes na cerimónia estiveram também o comandante da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal, Paulo Lamego, e representantes do Centro de Estudos Bocageanos, do Rotary Clube de Setúbal, do Agrupamento de Centros de Saúde Arrábida e da Força Aérea Portuguesa.

As comemorações do 267.º aniversário da cantora lírica prosseguiram nos Serviços Centrais da Biblioteca Pública Municipal de Setúbal, com a apresentação do romance biográfico “Minha Irmã Luísa Todi”, de Maria Helena Ventura.

Luísa Todi, batizada Luísa Rosa de Aguiar, nasceu a 9 de janeiro de 1753 em Setúbal, na atual Rua da Brasileira, no Bairro do Troino, e morreu em Lisboa a 1 de outubro de 1833, com 80 anos.

Em 1768 começou a sua carreira como atriz de comédia no “Tartufo”, de Molière, dedicando-se ao canto lírico apenas após o casamento com o napolitano Francisco Xavier Todi, violinista da orquestra do teatro.

 

Fonte: Câmara Municipal de Setúbal  

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui