Setúbal
Em Destaque

Centro de Saúde de Azeitão ao serviço da população

O presidente da Câmara Municipal de Setúbal, André Martins, recebeu em 14 de novembro as chaves do novo Centro de Saúde de Azeitão, assinalando a conclusão de um equipamento que era uma antiga reivindicação da população, construído em parceria com a administração central.

Apesar de a construção de centros de saúde ser uma responsabilidade do poder central, a Câmara Municipal de Setúbal garantiu o arranque desta obra, cujo custo final se cifrou em cerca de três milhões de euros, no âmbito de um acordo de cooperação celebrado pela autarquia com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARS-LVT).

A este valor somam-se um terreno cedido pela Câmara Municipal e mais 700 mil euros investidos pela autarquia para assegurar serviços como a fiscalização da obra e a instalação de várias infraestruturas, bem como a valorização dos espaços exteriores e das vias da zona envolvente da Unidade de Saúde Familiar de Azeitão, além de ter assegurado, com os seus recursos humanos e técnicos, toda a gestão da obra.

André Martins, acompanhado pelo vereador da Saúde na Câmara Municipal, Pedro Pina, e da presidente da Junta de Freguesia de Azeitão, Sónia Paulo, adiantou que agora a Câmara Municipal vai entregar as chaves à ARS-LVT, a entidade que vai gerir o equipamento, na expectativa de que a unidade comece a funcionar o mais rapidamente possível.

“Esperamos que a unidade esteja a funcionar o mais rapidamente possível, naturalmente com todos os meios, técnicos e humanos, os profissionais de saúde em quantidade necessária para dar resposta aos habitantes de Azeitão”, disse o autarca, sublinhando que a autarquia fez um esforço na construção da infraestrutura para ser dada “resposta às expectativas já longas das populações” da freguesia.

O equipamento, com uma área bruta de construção de 1580 metros quadrados, tem dois pisos, sendo o térreo ocupado por duas alas individuais, para atendimento, cada uma com 17 gabinetes médicos, e um pátio, enquanto o superior destina-se a serviços e zonas técnicas.

Além dos gabinetes médicos e salas de tratamento, de enfermagem e de saúde oral, a Unidade de Saúde Familiar de Azeitão vai contar com duas valências de saúde, cada uma com capacidade para atender 11.400 utentes, e uma Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados.

O equipamento está situado na Rua José Silva Xavier, em Vila Nogueira de Azeitão, numa parcela de terreno do domínio público camarário, junto do complexo desportivo da Piscina Municipal de Azeitão.

Afirmando ter recebido do empreiteiro as chaves do equipamento “com muita alegria”, André Martins sublinhou que a parceria da Câmara Municipal com o Governo pretendeu “criar as melhores condições para as populações de Azeitão terem acesso a cuidados de saúde, que até agora não têm tido com a dignidade” necessária.

O presidente da Câmara justificou ainda a parceria com o facto de o executivo municipal considerar que a existência de “unidades de saúde de cuidados primários a funcionar em condições, com capacidade de dar resposta às populações”, beneficia o funcionamento das urgências do Hospital de São Bernardo, “que é um dos problemas mais graves” do concelho de Setúbal em termos de prestação de cuidados de saúde e que motiva a realização de uma vigília em defesa do Serviço Nacional de Saúde agendada para 17 de novembro em frente a este hospital, a partir das 19h00.

“Por isso é que, embora estas intervenções não sejam da sua competência, a Câmara Municipal assumiu a responsabilidade de construir esta obra”, concluiu.

Sónia Paulo considerou o dia “marcante para os azeitonenses”, porque esperam “há muitos anos” por uma unidade de saúde “que preste um serviço com a qualidade que merecem, num espaço que seja digno de os receber e que, em termos humanos e técnicos, cumpra todas as necessidades”, embora tenha admitido que a inauguração do equipamento e da sua entrada em funcionamento será ainda “mais importante”.

A presidente da Junta de Freguesia adiantou que esta autarquia vai iniciar a construção de uma rotunda galgável na interseção das ruas Dr. Francisco Gonçalves de Oliveira e José da Silva Xavier, entre os campos de padel e o Azeitão Bacalhôa Parque, dotada de reentrâncias com abrigos para passageiros dos autocarros da linha circular de Azeitão, por forma a servir a nova Unidade de Saúde Familiar.

Esta carreira circular passa, assim, a dar resposta a quem pretenda aceder ao novo equipamento de autocarro, algo que não é possível no centro de saúde existente, pelo que Sónia Paulo afirmou que se trata de “uma melhoria nas acessibilidades para os azeitonenses”.

A empreitada teve financiamento comunitário de 50 por cento através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, resultado de candidatura apresentada ao POR Lisboa 2020 – Programa Operacional Regional Lisboa 2020, cabendo à ARS-LVT assegurar o custo remanescente.

O novo equipamento responde a uma reivindicação antiga da população e das autarquias locais, pois o atual Centro de Saúde de Azeitão funciona provisoriamente desde 1978 numa moradia sem as condições adequadas à prestação de cuidados de saúde.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *