GrândolaPolítica

CDS quer requalificação e reabilitação da ES António Inácio da Cruz em Grândola

- publicidade -

Os deputados do CDS querem que o Governo tome as medidas legislativas e administrativas necessárias para dar início ao processo de requalificação e reabilitação da Escola Secundária António Inácio da Cruz, em Grândola.

Através de um projeto que deu entrada na Assembleia da República, os deputados instam o Governo para que proceda à imediata retirada das coberturas com fibrocimento e que partilhe com a escola e demais comunidade educativa o calendário das obras.

«A Escola Secundária António Inácio da Cruz, em Grândola, está degradada e sem as condições devidas para assegurar o desenvolvimento da atividade letiva com qualidade, pelo que requer uma intervenção urgente de reabilitação e requalificação» refere o comunicado enviado às redações.

A nota enumera ainda os problemas deste estabelecimento de ensino, inaugurado na década de 1960 «que tem uma rede de abastecimento de água deteriorada, precisa de ver substituído todo o saneamento de esgotos e águas pluviais e de rever a rede e potência elétricas.

O edifício, que continua a ter na sua construção tela zincada em fibrocimento – com sinais evidentes de degradação -, tem problemas graves de impermeabilização.

As instalações sanitárias precisam de ser intervencionadas, e os espaços exteriores têm de ser reabilitados, criando passagens cobertas entre os blocas de salas de aula.

Devido à total ausência de materiais isolantes nos pavimentos, paredes, vãos e coberturas, as salas de aula não têm qualquer conforto térmico. É urgente substituir a caixilharia em madeira de vidro simples, assim como os mecanismos de abertura e encerramento deteriorados das caixilharias.

O pavilhão desportivo está muito degradado e os balneários precisam de uma renovação profunda.

Para além de não ter refeitório, nem um espaço onde se sirvam refeições, a Escola Secundária António Inácio da Cruz funciona com um bar com instalações bastante degradadas e equipamentos obsoletos e o mobiliário está velho, nomeadamente mesas e cadeiras, e o software e hardware do equipamento informático precisa de ser atualizado.»


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo