AtualidadeBarreirocoronavírusPolítica

CDS-PP Barreiro defende nova ronda de testes ao covid19 nos lares do concelho

Em comunicado, o CDS-PP Barreiro defende nova ronda de testes ao covid19 nos lares do concelho

publicidade

Após nova actualização do ponto de situação do surto de Covid-19, no Lar São José, da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro, onde se registam, até ao momento, 52 infectados, o CDS-PP Barreiro emitiu um comunicado no qual defende a realização de mais testes ao covid19 nos lares do concelho.

«Defendemos que, face ao aumento do número de casos no concelho, não só registados no surto do lar de São José, devem ser feitos novos testes em todos os lares do concelho, bem como aos respectivos agregados familiares dos funcionários.

Só com uma nova ronda de testes poderemos evitar o crescimento de novos surtos nos lares.

Importa também garantir que os planos de contingência estão a ser escrupulosamente cumpridos por todos os lares e organizações que, directa ou indirectamente, lidam com os mesmos e, em caso de incumprimento, apurar responsabilidades e actuar com a firmeza que este momento das nossas vidas exige.

Em todo o país, os lares têm sido um dos principais focos de surtos, com um número avassalador de vítimas mortais, como o CDS-PP já alertou, o Ministério da Segurança Social não tem sabido lidar com este grave problema e, por isso, a Câmara Municipal deve intervir e apoiar em toda a linha.

O CDS-PP Barreiro mostra-se disponível, como sempre esteve desde o início da pandemia, para colaborar com os restantes responsáveis políticos do concelho para evitar o aumento de casos e pela recuperação da nossa economia local. Os efeitos secundários da pandemia, como o desemprego, a falta de apoio social e as falhas do SNS, só agora se começam a sentir e os políticos devem saber elevar-se e procurar soluções comuns para proteger os nossos cidadãos.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui