AtualidadeDistrito SetúbalEconomiaReportagem

CCIFP Setúbal promove 1.º Salão Internacional do Turismo e Imobiliário

- publicidade -

A delegação de Setúbal da Câmara do Comércio e Indústria Franco-Portuguesa (CCIFP Setúbal) vai realizar o 1.º Salão Internacional do Turismo e Imobiliário para Setúbal, Alentejo e Lisboa, nos dias 13, 14 e 15 de Maio, em formato inteiramente virtual.

“O SITILAS tem como objectivo dar oportunidade e visibilidade a cada actor económico desta região, cada vez mais procurada, e auxiliar os empresários que durante a pandemia tiveram as dificuldades que todos conhecemos” explicou Leonel António Guerreiro, director da CCIFP Setúbal, ao Diário do Distrito.

Com o apoio das autarquias, “que estão a trabalhar connosco para juntar vários parceiros”, de Paris e da Câmara de Comércio de Lisboa, Leonel Guerreiro está confiante de que o Salão será um sucesso.

Tudo o que sabemos é que não sabemos nada, mas vamos apostar com força. Após o lançamento das inscrições sentimos um movimento e uma dinâmica crescente, e além do Turismo e do Imobiliário, já temos inscritos gabinetes de advogados, contabilidade e arquitectura.”

O SITILAS irá decorrer em formato virtual “um formato que surgiu como forma de contornar a situação da pandemia, que também nos fez repensar na necessidade e na importância da transição digital, aspecto em Portugal está muito mais avançado que outros países, mas tem de ser rápido para com isso obter um poder na economia da Europa que dificilmente outros alcançarão” frisou Leonel Guerreiro.

“Sabemos que os que estiverem connosco neste Salão vão conseguir obter muitos contactos e será uma troca de parcerias muito interessante, e aguardamos cerca de quatro a seis mil visitas neste Salão, em três dias.”

O visitante, que terá entrada gratuita, pode esperar “uma experiência virtual em 3D a cada stand que visitar, onde terá também o site de cada expositor. Mas além disso, vai ter um contacto directo, bastando clicar num botão para entrar em zoom com o representante desse stand. E os contactos via zoom permitem ao expositor receber dez visitantes ao mesmo tempo, e partilhar e organizar o atendimento de forma privada.

Esta plataforma foi desenvolvida pelos parceiros da CCIFP Setúbal, e embora simples, pretende ser o mais funcional e perto possível da realidade, por isso demorou mais tempo a organizar a estrutura do Salão.”

A partilha através das redes sociais é também um instrumento importante para maior alcance do Salão “uma vez que temos cerca de dois milhões de seguidores em Portugal e um número semelhante nos países da francofonia.

Temos também a capacidade de reconhecer quem pesquisa Portugal para as suas férias ou hotéis e imobiliário, e é a essas pessoas que procuram a nossa informação a quem este Salão é dirigido.”

Leonel Guerreiro apresentou alguns dados sobre a participação no SITILAS: “este mês vamos ter cerca de 350 downloads do formulário de inscrição por parte de profissionais, mas sabemos que apenas irão participar entre sete a dez por cento.

Gostaríamos de contar com 30 stands para a primeira edição seria fantástico, veremos se alcançamos esse número. Neste momento já temos 10 inscritos e as inscrições ainda estão abertas.”

A apresentação do SITILAS aos empresários está a decorrer através da plataforma Zoom “com reuniões com cerca de vinte profissionais de cada vez, onde lhes é dado a conhecer o processo e os objectivos.

- publicidade -

Um ano de actividade interrompida pelo covid19

Formada em Fevereiro de 2020, a CCIFP Setúbal tem como principal objectivo “unir os empresários portugueses e francófonos” conforme frisou Leonel Guerreiro.

“Não desejamos ser um grupo apenas para a comunidade francófona que escolheu o distrito de Setúbal para viver e fazer os seus negócios” e recordou alguns dos eventos, “como um encontro que reuniu mais de 380 empresários franceses e portugueses em Palmela, há dois anos, e até assinalámos o 14 de Julho, na Casa da Baía e com o apoio da presidente da Câmara Municipal de Setúbal. Tínhamos mais projectos, mas por causa da pandemia, tivemos de anular cerca de cinquenta actividades que estavam programadas.”

Para breve a CCIFP Setúbal irá lançar o Business Club International – BCI “que será totalmente digital, permitindo o acesso de pessoas dos PALOP e fazer negócio com empresários em Portugal”.

Outro projecto a ser lançado em breve é “uma plataforma de formação gratuita, para toda a região, onde cada pessoa que tenha uma ideia de negócio poderá transformá-la em empresa.

Nesta plataforma terá acesso a toda a informação, disponibilizada por gabinetes de advogados, de contabilidade, e outros especialistas nossos parceiros.

Queremos com isto ajudar qualquer pessoa, que por não ter os meios próprios ou até a formação necessária, não consegue alcançar o seu sonho de desenvolver uma empresa, e é isso que estamos a promover, auxiliar na promoção da loja e até levar o negócio mais longe.”

E são também cada vez mais os estrangeiros que procuram Portugal para se instalarem, conforme comprova Cécile Gioanni-Ecarot, presidente da CCIFP Setúbal e empresária no ramo imobiliário.

“O que mais procuram cá é a qualidade de vida e a segurança. São sobretudo pessoas de França, Bélgica e Luxemburgo, que pesquisam o ramo imobiliário em Portugal e pretendem adquirir casa, e passar a residir cá. A gastronomia e a cultura, com o sol e mar, também ajudam à escolha. A diferença entre Paris e Setúbal é abismal em vários aspectos.”

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui