Lisboa

Cascais | PJ detém suspeita de ter abandonado recém-nascido no Estoril

A Polícia Judiciaria (PJ) informou, em comunicado, a detenção de uma mulher de 33 anos “fortemente indicada pela prática, na madrugada de dia 10 de julho de 2022, de um crime de homicídio qualificado, na forma tentada”.

O caso aconteceu junto a um hotel, no Estoril, tendo sido feita uma denúncia por transeuntes. O bebé tinha o cordão umbilical à volta do pescoço, mas estava saudável.


No mesmo comunicado, pode ler-se que “os factos ocorreram na sequência de uma gravidez indesejada, mantida pela arguida, a que se seguiu, no final do período normal de gestação, um parto sem assistência, ocorrido em casa e o posterior abandono, do recém-nascido, numa zona isolada, com o claro intuito de lhe provocar a morte e dificultar a sua localização por terceiros”.

A investigação levou à “identificação cabal da suspeita, a recolha de indícios fortes da prática de crime, bem como a obtenção de informação acerca da sua atual localização”.

A mulher foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.