Parceiros
BarreiroJustiçaSesimbra

Casal detido no Barreiro por furtos em viaturas e hipermercados

O Ministério Público do Barreiro apresentou a primeiro interrogatório judicial dois arguidos, um homem e uma mulher que viviam em união de facto, «fortemente indiciados pela prática de crimes de furto».

Conforme a acusação a que o Diário do Distrito teve acesso, «existem fortes indícios de que os arguidos, na noite de 3 para 4 de julho, partiram o vidro de uma viatura de onde retiraram bens de valor superior a 500€.


No dia 12 de julho, deslocaram-se a um hipermercado da Quinta do Conde, passando pela linha de caixa, com 3 garrafas de Whisky sem pagar, tendo-as vendido, de seguida, num estabelecimento comercial.

Os arguidos no dia 14 de julho partiram o vidro de uma viatura e retiraram o autorrádio, no valor de 250€, que levaram com eles.»

O Ministério Público refere ainda que ambos os arguidos são consumidores de heroína e haxixe, se encontram desempregados há mais de 2 anos e têm antecedentes criminais pela prática de crimes de roubo, tendo mesmo a arguida sido condenada em 2020, numa pena de 5 anos (suspensa na sua execução) pela prática de um crime de roubo qualificado.

No decurso do interrogatório, o Ministério Público requereu que os arguidos ficassem em prisão preventiva, medida que foi aplicada pelo juiz de Instrução Criminal.

A investigação prossegue sob direção do Ministério Público da secção do Barreiro do DIAP da comarca de Lisboa, coadjuvado pela PSP do Barreiro.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.