BarreiroDestaqueDistritoDistrito SetúbalMontijoPaís

Casal acusado de matar professora do Montijo será presente a julgamento

publicidade

O Tribunal de Instrução Criminal do Barreiro decidiu hoje que Diana Fialho e Iuri Mata irão ser presentes a julgamento, depois de confessarem o assassinato da mãe adotiva da arguida, Amélia Fialho, no Montijo, em Setembro de 2018.

Os dois arguidos estavam a tentar evitar o julgamento, alegando que ainda não há relatório de autópsia, embora tenham passado sete meses sobre o crime e por isso requereram a abertura de instrução, fase facultativa em que um juiz de instrução criminal decide se o processo segue e em que moldes para julgamento.

Na leitura da decisão instrutória, o juiz Carlos Delca (que também está com o processo do ataque à Academia do Sporting), considerou que as provas são «contundentes» e que a falta do relatório de autopsia não invalida o julgamento, mantendo também a prisão preventiva para ambos.

Os dois arriscam uma pena até 25 anos de cadeia pela acusação de homicídio e profanação de cadáver, sendo que o julgamento pode vir a ter lugar após as férias judiciais, a partir de Setembro.

Os arguidos, em prisão preventiva desde 7 de Setembro do ano passado, estão acusados dos crimes de homicídio qualificado e de profanação de cadáver e segundo a acusação do Ministério Público (MP), os arguidos “gizaram um plano” que consistia em matar Amélia Fialho, mãe da arguida, pois a relação entre ambas “era marcada por discussões e desacatos constantes, por causa da relação amorosa entre os arguidos”.

A vítima, de 59 anos e professora de Físico-Química na Escola Secundária Jorge Peixinho, no Montijo, foi encontrada morta a 5 de Setembro de 2018, em Pegões, no concelho do Montijo, distrito de Setúbal.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui