Correio do Leitor

Carta Aberta…Serviço Nacional de Saúde em Portugal

- publicidade -

Caros senhores,

O motivo desta missiva vem no encontro da minha preocupação relativamente ao Serviço Nacional de Saúde e das políticas desempenhadas pelos nossos governantes.

Ora vamos lá ver, fecham-se hospitais, postos de saúde, os nossos idosos contam com reformas doentes, pois muitas das vezes o valor que recebem nem para uma alimentação digna chega, quanto mais para comprar medicamentos ou procurar médicos particulares. Os hospitais nacionais estão a rebentar pelas “costuras”, com urgências fechadas, corredores de SO repletos e o pessoal, esse, pouco para as emergências do dia-a-dia, todos os dias existem doentes a definhar nos corredores, já para não dizer que dão alta média a doentes que ainda não estão completamente curados e que precisam de mais e melhor cuidados hospitalares. Há uns dias, faleceu num hospital da região uma familiar, diagnóstico…Negligência profunda, fiz a conversa a alguém ligado à área da saúde, contei-lhe toda a história da senhora que faleceu, uma idosa de 82 anos, a resposta foi prontamente a seguinte: Os hospitais mandam as pessoas com mais de 80 anos para casa e muitas não as tratam, porque doentes como essa senhora dão prejuízo ao Estado. Claro que a senhora que me respondeu assim, estava revoltada, a resposta deixou-me a pensar e por isso decidi escrever para o vosso jornal e colocar publicamente a minha questão que é: Com esta política que temos instalada no nosso país e pelos vistos com idosos acima dos 80 anos que aos olhos do Governo estão a dar prejuízo ao nosso Estado e que trabalharam uma vida inteira no duro para receberem uma miséria de reforma, vão deixar morrer também aqueles que recebem os RSI sem nunca terem feito quaisquer descontos para a Segurança Social? Esses não dão prejuízo ao Estado? Só tenho uma resposta para tudo isto… Sem comentários, enfim, tenho mesmo medo de que haja uma limpeza étnica.

Maria Martins


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo