DestaqueMoita

Carrinha de associação de reformados usada em onda de assaltos na Moita

publicidade

A Fiat Ducato da Associação de Reformados ‘O Norte’ da Baixa da Banheira foi furtada esta madrugada e usada numa série de assaltos a estabelecimentos.

Um dos alvos foi o Sporting Clube Banheirense, que viu a sua porta vandalizada “mas não conseguiram entrar”, explicou ao Diário do Distrito um dos elementos da Comissão Administrativa do Clube, Ana Santos.

Os assaltantes usaram a traseira da carrinha para tentar arrombar a porta, causado estragos no mármore da ombreira e na fechadura.

“Ainda não avaliámos os danos, mas amanhã o seguro virá avaliar e irei também fazer queixa na PSP, o que não consegui hoje porque a nossa preocupação era repor o mármore nas ombreiras, de outro modo com um pé de cabra podiam voltar a tentar arrombar a porta.”

O intuito parece ter sido o furto da máquina de tabaco “como fizeram noutros estabelecimentos, como o café «Marujo», e noutros locais, segundo tivemos conhecimento, como na Conservatória”, referiu Ana Santos.

DR

Fernando Pègo, presidente da Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos ‘O Norte’ da Baixa da Banheira explicou ao Diário do Distrito que “a carrinha, uma Fiat Ducato de 7 lugares foi roubada entre as 00h00 e a 01h00 de segunda-feira, e foi hoje encontrada numa ribanceira perto do estacionamento do Lidl da Quinta da Lomba”.

Sobre os danos na viatura, refere que “levaram o rádio, e partiram uma lâmpada no interior, mas ainda não sei quanto vai custar o arranjo. A parte traseira também está amolgada, porque pelo que entendemos, usaram a marcha atrás para arrombar as portas e fizeram assaltos em vários locais, pelo que temos ouvido dizer, do Lavradio ao Montijo.”

O Diário do Distrito contactou também o serviço de Relações Públicas da PSP Setúbal para obter mais informações, mas foi solicitado o envio de um email com as questões.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui