AtualidadeDestaqueLisboaPolítica

Carlos Moedas é o candidato do PSD à Câmara de Lisboa

- publicidade -


O ex-comissário europeu Carlos Moedas vai ser o candidato do PSD à Câmara Municipal de Lisboa nas eleições autárquicas, avançam vários meios de comunicação esta quinta-feira.

A notícia surge numa altura em que o partido informa que o ex-secretário de Estado e o líder do partido, Rui Rio, estão reunidos. O encontro terá como objetivo a formalização da candidatura.

Carlos Moedas vai assim disputar a autarquia a Fernando Medina, do PS, atual presidente da Câmara de Lisboa.

De recordar que o PSD propôs o adiamento das autárquicas em 60 dias devido à pandemia, sugerindo que o Governo marque eleições entre 22 de novembro e 14 de dezembro.

Esta quarta-feira, o social-democrata afirmou que mantém a proposta de adiar as eleições autárquicas por dois meses, mas manifestou vontade de alterar a iniciativa para clarificar que a entrega das listas se mantém na mesma data.

Há duas semanas, o PSD entregou um projeto-lei, que será debatido no parlamento em 25 de março, para que as eleições autárquicas sejam adiadas de setembro/outubro para novembro/dezembro, mas que já foi alvo de críticas por parte do PS e do Governo, que consideraram não ser este “o momento de decidir” sobre esse assunto.

“Não só mantenho [a proposta], como até agradecia que possa descer à especialidade”, afirmou Rio, dizendo que gostaria de clarificar um ponto no diploma.

“Dizem que a proposta do PSD não é no interesse do país, mas em interesse próprio: gostaria de acrescentar que a data de entrega das listas – que será julho/agosto – pode-se manter igual”, afirmou.

Rio salientou que aquilo que o diploma quer acautelar, devido à pandemia de covid-19, “não é ter mais tempo ou menos tempo para poder entregar listas”, mas “poder fazer campanha”, sobretudo nos municípios em que o partido não está no poder.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui