Parceiros
AtualidadeEconomiaMobilidade

Carga fiscal e biocombustível justificam aumento do preço dos combustíveis

- publicidade -

Numa altura em que o preço dos combustíveis parece estar numa subida imparável, a Associação Portuguesa de Empresas Petroliferas – Apetro esclarece o que mudou na composição dos preços de 2014 para 2022, quando a cotação do petróleo estava ao mesmo nível de preço em dólares/barril.

Em dois gráficos, nos quais são comparados os preços médios de venda ao público semanais (semana de 13.10.2014 e semana de 17.01.2022), a APETRO explica que «podemos constatar que o aumento do valor deve-se sobretudo ao aumento da carga fiscal mas também ao sobrecusto associado à incorporação de biocombustível, cujo papel é indispensável para a descarbonização da frota automóvel existente».


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário