DestaqueDistrito SetúbalEconomiaSetúbal
Em Destaque

Câmara de Setúbal saúda inclusão da ampliação do Hospital São Bernardo

A Câmara de Setúbal congratulou-se hoje com a inclusão no Orçamento do Estado de 2021 (OE2021) das verbas para a ampliação do Hospital de São Bernardo e a construção da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico

- publicidade -

“Estou confiante de que as obras de ampliação do Hospital de São Bernardo, com uma dotação orçamental de 17,2 milhões de euros, vão, finalmente, arrancar em 2021”, disse à agência Lusa o vereador da Saúde na Câmara de Setúbal, Ricardo Oliveira.

“O movimento gerado em Setúbal pela Câmara Municipal, pelo Hospital de São Bernardo e pela população, forçou a inclusão desta rubrica para ampliação do Hospital São Bernardo, que não estava prevista no documento inicial do Governo”, acrescentou.

Ricardo Oliveira salientou que o “arranque das obras ainda está dependente de um despacho do Ministério das Finanças”, mas reafirmou a convicção de que o Centro Hospitalar de Setúbal, que inclui o Hospital do Outão e o Hospital de São Bernardo, poderá mesmo avançar com o processo de ampliação durante o próximo ano.

De acordo com o autarca, o OE2021, aprovado na quinta-feira na Assembleia da República, contempla também uma proposta para o arranque da construção de instalações próprias da Escola Superior de Saúde, atualmente a funcionar num espaço cedido pela Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal.

Ricardo Oliveira precisou, no entanto, que, no caso da Escola Superior de Saúde, o OE2021 não tem inscrita qualquer verba para a concretização das obras. 

Em comunicado, a Câmara de Setúbal, de maioria CDU, congratulou-se com a inclusão dos meios financeiros para as obras de ampliação do Hospital de São Bernardo, mas lembrou que tal só foi possível na sequência das “propostas apresentadas pelo PCP, já que a versão original do documento do Governo não tinha inscritas estas verbas”.

A autarquia saudou também a inclusão da proposta apresentada pelo PEV – Partido Ecologista Os Verdes “para a construção de instalações próprias para a Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal”.

A Câmara Municipal de Setúbal refere ainda que, com estas duas inclusões no Orçamento do Estado, “o executivo municipal vê reconhecidos os esforços e a pressão que tem vindo a desenvolver para garantir a concretização destes projetos que irão reforçar o acesso e a qualidade dos cuidados de saúde à população do concelho de Setúbal e da região”.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo